28 de outubro de 2010


Aprecie

"Aprecie bem a viagem
Não há bilhete de volta!".
0

Altruísmo

Imagem: Site Olhares
"Hoje auxiliamos, amanhã seremos os necessitados de auxilio."
0

Não exija aquilo que não possui

"Não exijas dos outros qualidades que ainda não possuem.
A árvore nascente aguarda-te a bondade e a tolerância para que te possa ofertar os próprios frutos em tempo certo."
1

Minhas Palavras


"Minhas palavras sobem voando, meus pensamentos ficam aqui abaixopalavras sem pensamentos nunca chegam ao céu
0

25 de outubro de 2010


". . . Sou metade de mim, onde a outra parte se faz mistério.


Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus, e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo ...
Sendo moça, pensa como uma anciã,  e sendo velha, age com as forças todas da juventude;
Quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida, e quando sábia, assume a simplicidade das crianças.
Se pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama,   e rica empobrecer-separa que seu coração não sangre ferido pelos ingratos.
Quando forte, entretanto, estremece ao choro de uma criancinha, e frágil se alheia com a bravura dos leões.
Quando viva, não lhe sabemos dar valor e à sua sombra todas a dores se apagam,  e quando morre,   tudo o que somos e tudo o que temos daríamos para vê-la de novo, e dela receber um aperto de seus braços ......  uma palavra de seus lábios ....


Autor desconhecido
3

23 de outubro de 2010


O que o homem deve ou não deve dizer quando a sua mulher ou namorada está na TPM.




Perigoso: - O que tem pro jantar?
Seguro: - Posso te ajudar com o jantar?
Seguríssimo: - Onde você quer ir pra jantar?
Ultra-seguro: - Aqui, come esse chocolate
Perigoso: - Você vai vestindo isso?
Seguro: - Nossa, você fica bem de marrom.
Seguríssimo: - Uau! Tá uma gata!
Ultra-seguro: - Aqui, come esse chocolate
Perigoso: - Tá nervosa por quê?
Seguro: - Será que não estamos exagerando?
Seguríssimo: - Toma 100 reais.
Ultra-seguro: - Aqui, come esse chocolate.
Perigoso: - Será que você devia comer isso?
Seguro: - Sabe, ainda tem bastante maçã.
Seguríssimo: - Quer um copo de vinho pra acompanhar?
Ultra-seguro: - Aqui, come esse chocolate.
Perigoso: - O que você fez o dia todo?
Seguro: - Espero que você não tenha trabalhado demais hoje.
Seguríssimo: - Adoro quando você usa esse robe!
Ultra-seguro: - Come mais um pouco de chocolate!
2

#Mulher TPM


Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

Fase 1 – A Fase Meiguinha
Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha.
Bom sinal? Talvez, se não fosse mais do que o normal.
Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo.
A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate.
O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

Fase 2 – A Fase Sensível

Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di.
Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai.
– Você acha que eu estou gorda?
Notem que não é uma simples pergunta retórica.
Reparem na entonação, na escolha das palavras.
O uso simples do verbo "estou" ao invés da combinação "estou ficando", torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar.
E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM.
Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

Fase 3 – A Fase Explosiva
Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM.
Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase.
Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM.
Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico.
Você chega na casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada.
A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua.
Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome.
Parece ser uma novela ambientada na era feudal.
Sem legendas...
Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: "Tá tudo bem?"
A resposta é um simples e seca: "Tá", sem olhar na sua cara.
Não satisfeito, você emenda um "Tem certeza?", que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso "teenhoo.".
Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka
está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que...
– Porra, viu!? – ela rosna de repente.
– Que foi?
A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta.
Sem querer, acabamos de puxar o gatilho.
O que se segue são esporros do tipo:
– Você não liga pra mim! Tá vendo que eu to aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho!Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo! Ah, o seu dia foi uma merda?O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você! E para de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem! Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa porcaria! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu-jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela. E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás, vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente!
Desnorteado, você pede o pinico e sai.
Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

Fase 4 – A Fase da Cólica
No dia seguinte o telefone toca.É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar. Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, super amável.Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela.Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado."O que aconteceu?", você se pergunta. "Tudo bem". Você pensa. "Acho que ela se livrou do encosto". Pronto! A paz reina novamente.A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz.
Pelo menos até daqui a 20 dias...
0

22 de outubro de 2010


Sabedoria, vontade e força

Que Deus nos dê a sabedoria para descobrir o correto, a vontade para elegê-lo e a força para fazer que seja duradouro.
2

Minha Força

Minha força está na solidão.
Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.
0

Terei toda a aparência de quem falhou, e só eu saberei se foi a falha necessária.
0

Uma mulher

(...)Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher.
0

Quero

Já não quero ser grande, forte, inatingível.
quero ser, por hora, de um tamanho que
eu ainda me reconheça, que ainda saiba
me encontrar no passado ou um dia no futuro.
Quero ser humana, quero ser carne e osso,
quero sentir, quero tocar... quero poder
ser isso que sou na medida qualquer do tempo,
estar sempre pronta a me recompor das tempestades;
Não devo estar tão errada...
Há tanta água no oceano que se deixa evaporar
pelo único prazer de voltar a ser uma gota de chuva.
0


Ela: Por que a gente sempre acorda na melhor parte do sonho?
Ele: Para correr atrás e realiza-lo

0

17 de outubro de 2010


Eu te garanto

Eu te garanto que teremos dificuldades,
Eu te garanto que um dia um de nós, ou os dois vai querer pular fora,
Mas eu te garanto que se eu não te pedir pra ser minha, eu vou me arrepender pelo resto da minha vida
Pois em meu coração você é "única pra mim"
A unica que poderá mudar
Com a força do amor
Todas as diferenças que existem
Neste meu coração de pedra
Mas uma coisa de juro
Nada passará em vão
Pois mesmo com o seu coração nas mãos
Serás meu anjo, e pra sempre
Te guardarei em meu coração


☼Noiva em fuga☼
5

Desabafando: Acho que fiz cagada!

Hoje acordei chateada comigo. Chateada com as mancadas que dou, tanto no meu lado profissional quanto no meu amoroso.
Não sei o que há. Ás vezes penso que tenho algum problema...
Estou aflita pelo dia de amanhã. Nas consequências pelos meus atos. Dos erros feitos. Sei que tenho que encarar de frente e assumir que errei, mas por que isso me encomoda tanto? Por que estraga meu dia e me deixa ansiosa com um grande pesos nas costas?
Veja bem, não robei, não agredi ninguem no trabalho, só cometi um erro que pode influênciar e muito uma venda. Isso esta me mantando, esse erro. Me corroendo por dentro.Impedindo-me de descansar...Confesso que estou aflita demais.

Sobre o relacionamento... Encontrei alguém que me desperta algo mais. Estou gostando e me apaixonando... Mas sempre vem as dúvidas. Será que ele esta a fim mesmo ou só quer me levar para cama? Será que não vai despedaçar meu coração? Eu já sofri muito por amor, e não quero passar mais por isso. Mas sei que é inevitável... Todo relacionamento está propenso a isso.
O problema é que não consigo me entregar totalmente. Sempre há um bloqueio em mim que impossibilita alguém de aproximar e entro em pânico e acabo fazendo besteira por impulsividade. Fora que me acho um pouco feminista nessas horas... meus espinhos ficam a mostra prontos para ferir.
Fora que ele, o CARA, conversa muito comigo pelo msn e por sms...Já nos encontramos e rolou uma quimica forte( sim, gente, conheci ele na net. Não sou muito favorável a esses encontros aà cega..Mas não vou mais cu´spir para cima como antes). Ele não me vê muito(principalmente nos fds). Diz que gosta de mim também. Que quer algo mais sério...Eu sou muito desconfiada e insegura sobre essas coisas...

Mas ele já levou tanta patada minha e ainda resiste. Aí, fico nessa dúvida mesmo. Minha prima disse que tenho que me deixar levar... curtir. Quem sabe ele não seja o cara certo? eu tenho que experimentar para saber, né?
Mas, como nos meus ultimos namoros só tive desilusão fica meio dificil entrar com tudo numa relação dessas. Sei lá, ainda guardo um pouco de romântismo. Queria mais atenção. Que ele me visse com mais importância, sabe? Queria um relacionamento assim.. o namorado me ligando para saber se eu estou bem ou para dizer que sente minha falta; que queira passar o final de semana comigo...

Eu sei que está muito cedo para essas coisas... Mas decide dar uma chance e vê o que acontece. Sem fugir de novo.

Estou parecendo a Julia Roberts no Filme "Noiva em Fuga". Só que no meu caso seria "Medrosa em Fuga".

Ahh, é bom desabafar de vez enquando aqui. Alivia mais.

Bjksss e boa semana para vocês
0

"Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros foram."




☼Grahan Bell☼
1

Ah, se eu aguento ouvir outro não...

Ah, se eu aguento ouvir,
outro não, quem sabe um talvez,
ou um sim,
eu mereça enfim. É que eu já sei de cor,
qual o quê dos quais e poréns,
dos afins, pense bem,
ou não pense assim. Eu zanguei numa cisma, eu sei,
tanta birra é pirraça e só,
que essa teima era eu não vi.
E hesitei, fiz o pior. Do amor amuleto que eu fiz,
deixei por aí,
descuidei dele, quase larguei,
quis deixar cair.


[tsc tsc]


Mas não deixei, peguei no ar.
E hoje eu sei, sem você sou pá furada. Ai! não me deixe aqui,
o sereno dói,
eu sei, me perdi,
mas ei, só me acho em ti. Que desfeita, intriga, uó!
um capricho essa rixa;
e maldo imbróglio que quiproquó.
E disso,bem, fez-se esse nó. E desse engodo eu vi luzir,
de longe o teu farol,
minha ilha perdida aí,
o meu pôr do sol.




☼Los Hermanos☼
0

16 de outubro de 2010


♥Para a minha amiga, Criss♥

-----------Te desejo uma fé enorme, em qualquer coisa, não importa o quê, como aquela fé que a gente teve um dia, me deseja também uma coisa bem bonita, uma coisa qualquer maravilhosa, que me faça acreditar em tudo de novo, que nos faça acreditar em tudo outra vez.----------C.F.A

Então, amiga te desejo...TUDO QUE DESEJAR PARA MIM.

♥Te amo♥
1

13 de outubro de 2010


Qual será o futuro da menina afegã mutilada por seu marido? Aisha posa com prótese. E sorri.

Em agosto, a revista Time publicou uma das capas mais ousadas de sua história. Mostrava a bela jovem Aisha, de 18 anos, mutilada por seu marido, um talibã “ofendido em sua honra”, no Afeganistão. A visão do rosto jovem desfigurado causava um misto de repulsa e pena, mas era sem dúvida uma denúncia poderosa das condições terríveis a que mulheres podem ser submetidas no regime talibã.

blog 7×7 publicou um post sobre o assunto e informou que ela tinha embarcado para os Estados Unidos para uma cirurgia, com o objetivo de reconstituir seu nariz e orelhas, arrancados quando tentou fugir do marido arranjado por sua família.

Agora, ela posou para a imprensa internacional com uma prótese temporária, enquanto aguarda uma solução mais permanente, que exige cirurgia.

Aisha sorriu. Um sorriso doce.

Nesses momentos, eu penso por que todos nós às vezes reclamamos e nos deprimimos por motivos absolutamente fúteis. O sorriso dessa moça – e seu claro orgulho por finalmente poder parecer uma pessoa normal, sem provocar no próximo um olhar de choque – é comovente.

A prótese dá uma ideia de como Aisha ficará após a operação. Quem está financiando a cirurgia é a Fundação Grossman Burn, com sede em Los Angeles.

Seu sobrenome nunca foi revelado. Sua história, sim, para o mundo inteiro. E é aterradora e revoltante. Aisha foi dada pelo pai a um guerrilheiro Talibã quando tinha apenas 12 anos de idade, uma criança. Foi vendida em troca de uma dívida. A família do marido dela a forçou a dormir no estábulo com os animais. E, anos depois, quando a menina tentou fugir de um cotidiano de humilhações, seu marido a perseguiu e, como castigo, a mutilou. Ela desmaiou e, no meio da noite, despertou em meio a um líquido viscoso. “Quando abri meus olhos, não podia enxergar nada, por causa do sangue”,  declarou à repórter da CNN Atia Abawi.

Aisha foi abandonada na montanha. Achavam que ela morreria. Mas ela conseguiu, apesar de terrivelmente ferida, chegar à casa de seu avô. E foi tratada durante dez semanas num posto médico administrado por americanos. Transportada para um refúgio secreto em Cabul, capital do Afeganistão, foi levada enfim para os Estados Unidos, abrigada por uma família americana.

Espera-se que sua reabilitação dure cerca de oito meses.

Segundo o Dr. Peter Grossman, seu nariz e suas orelhas serão reconstituídas com osso, pele e cartilagem extraídos de outras partes de seu próprio corpo. A mulher do médico disse que Aisha se lembra de seus tempos de escravidão toda vez que se olha no espelho, mas hoje já é capaz de sorrir e, quem sabe um dia, poderá superar toda a injustiça e crueldade de que foi vítima – num momento em que era uma adolescente, com todos os mesmos sonhos de quem um dia quer ser feliz, amar e ser amada.
De acordo com estimativas das Nações Unidas, quase 90% das afegãs sofrem algum tipo de abuso doméstico.
Os afegãos afirmam que tudo isso não passa de propaganda americana, porque, pela lei sagrada islâmica, cortar nariz e orelhas de pessoas seria ilegal.

1

Ser ou Não ser de Ninguém?



Na hora de cantar todo mundo enche o peito nas boates, nos bares, levanta os braços, sorri e dispara: ´eu sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo é meu também´.


No entanto, passado o efeito do uísque com energético e dos beijos descompromissados, os adeptos da geração ´tribalista´ se dirigem aos consultórios terapêuticos, ou alugam os ouvidos do amigo mais próximo e reclamam de solidão, ausência de interesse das pessoas, descaso e rejeição.


A maioria não quer ser de ninguém, mas quer que alguém seja seu. Não dá, infelizmente, para ficar somente com a cereja do bolo – beijar de língua, namorar e não ser de ninguém. Para comer a cereja é preciso comer o bolo todo e nele, os ingredientes vão além do descompromisso, como: não receber o famoso telefonema no dia seguinte, não saber se está namorando mesmo depois de sair um mês com a mesma pessoa, não se importar se o outro estiver beijando outra, etc, etc, etc.


Desconhece a delícia de assistir a um filme debaixo das cobertas num dia chuvoso, comendo pipoca com chocolate quente, o prazer de dormir junto abraçado, roçando os pés sob as cobertas e a troca de cumplicidade, carinho e amor.


Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, transar por amor, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas, enfim, é ter ´alguém para amar´.. Somos livres para optarmos!


E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento…
1

12 de outubro de 2010


5 coisas que aprendi com o lapis de cor

1° qualidade: Vc pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.


2° qualidade: De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

3° qualidade: O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.
4° qualidade: O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de vc.

E Finalmente a 5° qualidade: O Lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que vc fizer na vida, irá deixar traços..
0

O desejo

O desejo profundo, o desejo mais real é aquele de aproximar-se de alguém. A partir daí, começam a ocorrer as reações, o homem e a mulher entram em jogo, mas o que acontece antes – a atração que os juntou – é impossível de explicar. É o desejo intocado, em seu estado puro.
Quando o desejo ainda está neste estado puro, homem e mulher se apaixonam pela vida, vivem cada momento com reverência, e conscientemente, sempre esperando o momento certo de celebrar a próxima bênção.
Pessoas assim não têm pressa, não precipitam os acontecimentos com ações inconscientes. Elas sabem que o inevitável se manifestará, que o verdadeiro sempre encontra uma maneira de mostrar-se. Quando chega o momento, elas não hesitam, não perdem uma oportunidade, não deixam passar nenhum momento mágico porque respeitam a importância de cada segundo.
1

11 de outubro de 2010


Hoje acordei assim:

 Com falta de vc, de não te vê, de te ter e não poder tocar...Não sei, acho que não sirvo para relacionamentos ausentes.
2

#EuQuero:




beijo na boca, dormir de conchinha, abraço apertado, palavras sinceras, compromisso selado e mta azaração debaixo do cobertor ¬¬
0

10 de outubro de 2010


Desabafando...

Sabe quando você vê várias coisas acontecendo e fica sem ação para poder mudá-las, pois você é só um pequeno grão de areia neste imenso deserto?Pois é...


Isso vem acontecendo comigo já faz algum tempo.Sinto medo, sinto vergonha, sinto descrédito, sinto nojo, sinto tristeza, sinto, sinto e sinto tudo.Ás vezes, me pergunto: "Meu Deus, qual será o meu papel neste mundo??Por que me fizeste nascer?Será que é para eu ver como as pessoas são tão cruéis? Será isso?Será que é para eu ver crianças passando fome, doentes e vivendo como porcos, sem que eu possa fazer nada?É uma lição que o senhor quer me dar?Ah, Deus, porque fizestes isso comigo?

Por quê?Por quê?



Por que não me deixaste dentro do útero da minha mãe?Pelo menos lá eu estaria segura.Não veria tanta injustiça, tanta matança, tanto desrespeito pelo próximo.Ai, meu Deus, por quê?

Por que me destes olhos para enxergar tudo isso??Eu queria fechar os olhos,mas não consigo.Muitas vezes,me sinto tão boba pelos meus problemas pois eles se tornam tão pequenos quando vejo o quanto outras pessoas sofrem para continuar vivendo aqui nesta Terra doente.



As mulheres, meu Deus, são vistas como seres inferiores em pleno século XXI. Tanto preconceito contra a gente, que fico com medo das minhas filhas crescerem em meio a tudo isso. Podemos ter conseguido alcançar algumas etapas, mas somos ainda vistas como serviçais e ainda causamos inveja e ganhamos pouco em relação aos homens.E nos países que tratam as mulheres como seres pecadores, servis, sem direito nenhum, até mesmo quando vão ter os próprios filhos.Nascer mulher nestes lugares,senhor, é morte certa.Eu não posso olhar, meu deus, eu não posso.Eu não consigo ver o olhar de sofrimento delas.Olhar parado.Olhar que aceita o destino imposto e que sabe que não poderá lutar,pois não tem forças para tanto.Só basta rezar e pedir ao senhor misericórdia e o fim do sofrimento.

E as suas criancinhas, meu deus? Tantas estão indo para o reino dos céus,cedo demais .Aqui na Terra está dificil de viver. Ser criança não é fácil.Em vez de brincar, meu Deus, como você sempre quis, elas fazem o contrário.Trabalham para sustentar a família, em lugares horríveis.Sua inocência morre cedo , meu Deus, e elas nem sabe o que é ser criança.São induzidas a se prostituirem pelos pais ou por alguém próximo, são arrancadas dos lares e vendidas como animais para serem escravas sexuais de um monstro.Sim, são monstro e não homens que fazem este tipo de coisa.

Os idosos são tratados com violência e com desrespeito.Eu fico com medo de envelhecer aqui.Jovens se drogando, se matando.Não acreditamos mais nas autoridades.Somos ignorados pelo governo.A educação está péssima.Os professores ganham pouco, estão enlouquecendo cedo demais, estão desgostosos com sua profissão.A saúde está precária.Gente morrendo nas filas dos hospitais.Hospitais lotados.Ora sem remédios,ora sem médicos.E os médicos, senhor, todos desgostosos com suas profissões.Uma profissão que antes era glorificada por todos.

E, a lição que eu tiro de tudo isso, meu Deus?Estou vivendo num mundo decadente e desgostoso.



Há tanta sujeira...tanta porcaria...começa com o pessoal lá de cima e termina lá embaixo.



Eu não paro de ler os jornais e ver as noticiais.Por que tanta crueldade, meu deus?Guerras e mais guerras, para saber quem é o melhor.quem é que tem mais Poder.Subjugar os outros é a primeira lição que se aprende...

Como eu disse desde o começo, hoje estou triste e me sinto derrotada ...
Mas, amanhã é outro dia...
0

9 de outubro de 2010


Na vocação...

Na vocação para a vida está incluído o amor, inútil disfarçar, amamos a vida. E lutamos por ela dentro e fora de nós mesmos. Principalmente fora, que é preciso um peito de ferro para enfrentar essa luta na qual entra não só fervor mas uma certa dose de cólera, fervor e cólera. Não cortaremos os pulsos, ao contrário, costuraremos com linha dupla todas as feridas abertas. E tem muita ferida porque as pessoas estão bravas demais, até as mulheres, umas santas, lembra?


Costurar as feridas e amar os inimigos que odiar faz mal ao fígado, isso sem falar no perigo da úlcera, lumbago, pé frio. Amar no geral e no particular e quem sabe nos lances desse xadrez-chinês imprevisível. Ousar o risco. Sem chorar, aprendi bem cedo os versos exemplares,não chores que a vida/é luta renhida. Lutar com aquela expressão de criança que vai caçar borboleta, ah, como brilham os olhos de curiosidade. Sei que as borboletas andam raras mas se sairmos de casa certos de que vamos encontrar alguma… O importante é a intensidade do empenho nessa busca e em outras. Falhando, não culpar Deus, oh! por que Ele me abandonou? Nós é que O abandonamos quando ficamos mornos. Quando a vocação para a vida começa a empalidecer e também nós, os delicados, os esvaídos. Aceitar o desafio da arte. Da loucura. Romper com a falsa harmonia, com o falso equilíbrio e assim, depois da morte – ainda intensos – seremos um fantasminha claro de amor.”
1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...