30 de setembro de 2011


Origem Feminina





(...)Uma das teses mais aceitáveis sobre o papel da mulher na evolução do homem é a de que o primeiro encontro entre os dois se deu no período paleolítico, quando um homo-sapiens mas não muito, chamado, possivelmente, Ugh, saiu para caçar e avistou, sentado numa pedra, penteando os cabelos, um ser que lhe provocou o seguinte pensamento, em linguagem de hoje:

”Isso é que é mulher e não aquilo que tenho na caverna”.

Ugh aproximou-se da mulher e, naquele seu jeitão, deu a entender que queria procriar com ela.

”Agh maakgrom grom”, ou coisa parecida. A mulher olhou-o de cima a baixo e desatou a rir.

É preciso lembrar que Ugh, embora fosse até bem apessoado pelos padrões da época, era pouco mais do que um animal aos olhos da mulher. Tinha a testa estreita e as mandíbulas pronunciadas e usava gordura de mamute nos cabelos.

A mulher disse alguma coisa como “Você não se enxerga, não?” e afastou-se, enojada, deixando Ugh desolado. Antes dela desaparecer por completo, Ugh ainda gritou: “Espera uns 10 mil anos pra você ver!”, e de volta à caverna exortou seus companheiros a aprimorarem o processo evolutivo.

Desde então, o objetivo da evolução do homem foi o de proporcionar um par à altura para a mulher, para que, vendo o casal, ninguém dissesse que ela só saía com ele pelo dinheiro, ou para espantar assaltantes.

Se não fosse por aquele encontro fortuito em alguma planície do mundo primitivo, o homem ainda seria o mesmo troglodita desleixado e sem ambição, interessado apenas em caçar e catar seus piolhos, e um fracasso social.

Mas de onde veio a primeira mulher, já que podemos descartar tanto a evolução quanto as fantasias religiosas e mitológicas sobre a criação?
Inclino-me para a tese da origem extraterrena. A mulher viria (isto é pura especulação, claro) de outro planeta.

Venho observando-as durante anos - inclusive casei com uma, para poder estudá-las mais de perto - e julgo ter colecionado provas irrefutáveis de que elas não são deste mundo. Observei que elas não têm os mesmos instintos que nós, e volta e meia são surpreendidas em devaneio, como que captando ordens de outra galáxia, embora disfarcem e digam que só estavam pensando no jantar. Têm uma lógica completamente diferente da nossa. Ultimamente têm tentado dissimular sua peculiaridade, assumindo atitudes masculinas e
fazendo coisas - como dirigir grandes empresas e xingar a mãe do motorista ao lado - impensáveis há alguns anos, o que só aumenta a suspeita de que se trata de uma estratégia para camuflar nossas diferenças, que estavam começando a dar na vista.

Quando comentamos o fato, nos acusam de ser machistas, presos a preconceitos e incapazes de reconhecer seus direitos, ou então roçam a nossa nuca com o nariz, dizendo coisas como “ioink, ioink” que nos deixam arrepiados e sem argumentos.
Claramente combinaram isto. Estão sempre combinando maneiras novas de impedir que se descubra que são alienígenas e têm desígnios próprios para a nossa terra.

É o que fazem, quando vão, todas juntas, ao banheiro, sabendo que não podemos ir atrás para ouvir.
Muitas vezes, mesmo na nossa presença, falam uma linguagem incompreensível que só elas entendem, obviamente um código para transmitir instruções do Planeta Mãe.

E têm seus golpes baixos. Seus truques covardes. Seus olhos laser, claros ou profundamente escuros, suas bocas.
Meu Deus, algumas até sardas no nariz. Seus seios, aqueles mísseis inteligentes. Aquela curva suave da coxa, quando está chegando no quadril, e a Convenção de Genebra não vê isso!

E as armas químicas - perfumes, loções, cremes. São de uma civilização superior, o que podem nossos tacapes contra os seus exércitos de encantos?
Breve dominarão o mundo. Breve saberemos o que elas querem. Se depois de sair este artigo, eu for encontrado morto com sinais de ter sido carinhosamente asfixiado, como um sorriso, minha tese está certa. Se nada me acontecer, sinal de que a tese está certa, mas elas não temem mais o desmascaramento.
O que elas querem, afinal?

Se a mulher realmente veio ao mundo para inspirar o homem a melhorar e ser digno dela, pode ter chegado à conclusão de que falhou, que este velho guerreiro nunca tomará jeito. Continuaremos a ser mulheres com defeito, uma experiência menor num planeta inferior. O que sugere a possibilidade de que, assim como veio, a mulher está pronta a partir, desiludida conosco.
E se for isso que elas conspiram nos banheiros? A retirada? Seríamos abandonados à nossa própria estupidez. Elas levariam as suas filhas e nos deixariam com caras de Ugh.

Posso ver o fim da nossa espécie. Nossos melhores cientistas abandonando tudo e se dedicando a intermináveis testes com a costela, depois de desistir da mulher sintética. Tentando recriar a mágica da criação.
Uma mulher, qualquer mulher, de qualquer jeito! Prometemos que desta vez não as decepcionaremos! Uma mulher!



 Como é que se faz uma mulher?
2

Eu, modo de usar



Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir. Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar. Acordo pela manhã com ótimo humor mas ... permita que eu escove os dentes primeiro. Toque muito em mim, principalmente nos cabelos e minta sobre minha nocauteante beleza. 


Tenho vida própria, me faça sentir saudades, conte algumas coisas que me façam rir, mas não conte piadas e nem seja preconceituoso, não perca tempo, cultivando este tipo de herança de seus pais. Viaje antes de me conhecer, sofra antes de mim para reconhecer-me um porto, um albergue da juventude. 


Eu saio em conta, você não gastará muito comigo. Acredite nas verdades que digo e também nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa. Respeite meu choro, me deixe sózinha, só volte quando eu chamar e, não me obedeça sempre que eu também gosto de ser contrariada. ( Então fique comigo quando eu chorar, combinado?). Seja mais forte que eu e menos altruísta! 


Não se vista tão bem... gosto de camisa para fora da calça, gosto de braços, gosto de pernas e muito de pescoço. Reverenciarei tudo em você que estiver a meu gosto: boca, cabelos, os pelos do peito e um joelho esfolado, você tem que se esfolar as vezes, mesmo na sua idade. Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos. Seja um pouco caseiro e um pouco da vida, não de boate que isto é coisa de gente triste. Não seja escravo da televisão, nem xiita contra. Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai. Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.

Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua familia... isso a gente vê depois ... se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!
0

Uma faxina em mim



Estava precisando fazer uma faxina em mim...
Jogar fora alguns pensamentos indesejados,
Tirar o pó de uns sonhos,
lavar alguns desejos que estavam enferrujando.....
Tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais.
Joguei fora ilusões, papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca darei...
Joguei fora a raiva e o rancor nas flores murchas
Guardadas num livro que não li.
Peguei meus sorrisos futuro s e alegrias pretendidas e as coloquei num cantinho, bem arrumadinhas.
Fiquei sem paciência! Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão:
paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de um amigo, lembranças de um dia triste...
Mas lá havia outras coisas... belas!!!
Uma lua cor de prata...o choro de meus filhos ao nascerem
seus primeiros passos,os abraços....
aquela gargalhada no cinema, o primeiro beijo.....
o pôr do sol.... uma noite de amor
Encantada e me distraindo, fiquei olhando aquelas lembranças.
Sentei no chão,
Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor que me magoou.
Peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima -
pois quase não as uso - e também joguei fora!
Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que
fazer, se as esqueço ou se vão pro lixo.
Revirei aquela gaveta onde se guarda tudo de importante: amor, alegria, sorrisos, fé…..
Como foi bom!!!
Recolhi com carinho o amor encontrado,
dobrei direitinho os desejos,
perfumei na esperança,
passei um paninho nas minhas metas
e deixei-as à mostra.
Coloquei nas gavetas de baixo lembranças da infância;
em cima, as de minha juventude, e...
pendurado bem à minha frente,
coloquei a minha capacidade de amar... e de recomeçar...
1

Mudança



Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa. Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.

Tome outros ônibus.

Mude por uns tempos o estilo das roupas. Dê os seus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias. Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda. Durma no outro lado da cama... Depois, procure dormir em outras camas. Assista a outros programas de tv, compre outros jornais... leia outros livros.

Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida. Ame a novidade. Durma mais tarde. Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia. O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.

A nova vida. Tente. Busque novos amigos. Tente novos amores. Faça novas relações.

Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.

Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores. Vá passear em outros lugares.

Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.

MUDE.

Lembre-se de que a Vida é uma só. E pense seriamente em arrumar um outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino. Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda !

Repito por pura alegria de viver: "a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não
vale a pena!"
1

27 de setembro de 2011


Dentro de mim



Dentro de mim, existe um Espaço Sagrado onde guardo minhas preciosidades.
Às vezes faço uma faxina lá e mudo tudo de lugar. Não é por maldade, é só vontade de ver um outro ângulo das coisas. Eu não gosto do olhar acostumado. Não gosto de ver um objeto num objeto, porque tudo pra mim tem entidade humana. E gente me tira o fôlego, vejo belezas demais quando amo, e amo sempre e tanto.
Às vezes eu desapareço mesmo, porque fico tão cansada. Fico tão cansada daquele cenário. Fico tão cansada daquele amor. Tão absurdada pelas coisas,me exaspero. Sempre é tanto. É que vivo num derramamento espesso de sentimento. Aí eu mudo o foco que é pra não cansar o outro também. Ou, às vezes eu não quero cuidar da ferida de ninguém, tão cansada que fico. Ou aquela alegria dele merece ser comemorada com outras pessoas porque estou no meu momento pleno de esvaziamento em que até a sedução me cansa. E só a solitude pode me acalmar.
Por isso durmo antes do sono.
Por isso, às vezes, tudo tão esquisito e ausente em mim...
0

o Caos e a Luz



“É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante.” 
1

Mamis quer que eu arranje um namorado!





Mamis quer que eu arranje um namorado. Morre de medo de sua filha ficar para titia.
Me perguntou se arranjei algum paquera na balada de ontem, e tive que explicar inúmeras vezes a mesma coisa, dizendo que na balada não dá para achar um homem pra casar, principalmente se ele estiver "tomado"...Imagina, se ele vai lembrar de mim na manhã seguinte?? Já existe homem que não liga no dia seguinte, sóbrio, imagina bêbado? Fora que os caras estão ali para zoar, né? descontração total. Às vezes, algum vem sortido, mas são muito poucos, quase raridade.
Deve ser uma decepção ver a filha quase 30tona descompromissada. Mas como eu disse para ela, não esta fácil arranjar homem que se preste e se fosse fácil, não existiria a solteirice. #FATO.

 Parece até que a gente tem um defeito, né? por não arranjar ninguém, por estar sozinha...Um preconceito horroroso e também machista.
Calma, mamis, tudo tem sua hora e enquanto não chega, estou aqui, solteira mas feliz...E quando achar o bofe que irá me deixar "sem chão", serei uma compromissada feliz. A minha felicidade não depende de outra pessoa, ela precisa estar dentro de mim para germinar e depois soltar as sementes.
0

Conhecendo um amigo verdadeiro



A gente conhece um verdadeiro amigo na atitude que ele toma com a gente.
Verdadeiro amigo: liga; perdoa; se preocupa; não foge do outro amigo quando acontece algum problema; não deixa de falar com ele e nem deixa de resolver aquilo que o está incomodando; amigo não o deixa na mão e se por acaso, deixar, ele tenta compensar de outras maneiras; ele é sincero; sorrir com você; chora com você; ele te dá apoio e não te dá, quando algo é absolutamente perigoso; Amigo verdadeiro não te exclui da própria vida sem ao menos te entender...
Amigo verdadeiro ama você, do que jeito que você é e ama saber que você está bem e está feliz, independentemente de qualquer coisa.
0

Violência contra a Mulher...NOT!





" A violência contra a mulher pode se manifestar de várias formas e com diferentes graus de severidade. Estas formas de violência não se produzem isoladamente, mas fazem parte de uma seqüência crescente de episódios, do qual o homicídio é a manifestação mais extrema.

*Violência de gênero: ação ou conduta, baseada no gênero, que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto no âmbito público como no privado.

*Violência intrafamiliar: ação ou omissão que prejudique o bem-estar, a integridade física, psicológica ou a liberdade e o direito ao pleno desenvolvimento de outro membro da família.

*Violência doméstica: A violência doméstica distingue-se da violência intrafamiliar por incluir outros membros do grupo, sem função parental, que convivam no espaço doméstico. Acontece dentro de casa ou unidade doméstica e geralmente é praticada por um membro da família que viva com a vítima. As agressões domésticas incluem: abuso físico, sexual e psicológico, a negligência e o abandono.

*Violência física: Ocorre quando uma pessoa, que está em relação de poder em relação a outra, causa ou tenta causar dano não acidental, por meio do uso da força física ou de algum tipo de arma que pode provocar ou não lesões externas, internas ou ambas. Como por exemplo:
-Tapas
- Empurrões
-Socos
- Obrigar a tomar medicamentos desnecessários ou inadequados, álcool, drogas ou outras substâncias, inclusive alimentos;
- Tirar de casa à força
- Danos à integridade corporal decorrentes de negligência (omissão de cuidados e proteção contra agravos evitáveis como situações de perigo, doenças, gravidez, alimentação, higiene, entre outros).

*Violência sexual: A violência sexual compreende uma variedade de atos ou tentativas de relação sexual sob coação ou fisicamente forçada, no casamento ou em outros relacionamentos. Diversos atos sexualmente violentos podem ocorrer em diferentes circunstâncias e cenários. Alguns exemplos:
- Estupro dentro do casamento ou namoro;
- Estupro cometido por estranhos;
- Investidas sexuais indesejadas ou assédio sexual, inclusive exigência de sexo como pagamento de favores;
- Abuso sexual de pessoas mental ou fisicamente incapazes;
- Abuso sexual de crianças;
- Casamento ou coabitação forçados, inclusive casamento de crianças;
- Aborto forçado;
- Atos violentos contra a integridade sexual das mulheres,
inclusive mutilação genital feminina e exames obrigatórios de virgindade;

*Violência psicológica: É toda ação ou omissão que causa ou visa causar dano á auto-estima, à identidade ou ao desenvolvimento da pessoa.
- Insultos constantes; Humilhação; Desvalorização; Manipulação afetiva; Negligência; Ameaças; Criticas pelo desempenho sexual; Confinamento doméstico; e etc;

*Violência econômica ou financeira: São todos os atos destrutivos ou omissões do(a) agressor(a) que afetam a saúde emocional e a sobrevivência dos membros da família

*Violência institucional: Violência institucional é aquela exercida nos/ pelos próprios serviços públicos, por ação ou omissão. Abrange abusos cometidos em virtude das relações de poder desiguais entre usuários e profissionais dentro das instituições, até por uma noção mais restrita de dano físico intencional.


Fonte: http://www.ess.ufrj.br/prevencaoviolenciasexual/index.php/tipos-de-violencia-cometida-contra-a-mulher
0

8 de setembro de 2011


0

7 de setembro de 2011


Eu sempre estarei ao seu lado



Eu juro que eu sempre estarei ao teu lado
Eu daria qualquer coisa... eu sempre cuidarei de você
Na fraqueza e na força, na felicidade e tristeza
No melhor, no pior, eu te amarei a cada batida do meu coração

A partir desse momento, a vida começou
A partir desse momento, você é o único
Bem ao teu lado é onde eu pertenço
Deste momento em diante...
0



Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
0

Não adianta, EU TE AMO, muito!


Porque eu o amo e não adianta eu falar que Não. Falo que agora estou bem, que estou mais feliz, que não lembro mais do seu sorriso e o que o seu beijo fazia comigo. Estupidez minha tentar esconder todos esses sentimentos que, ao contrário do que tento passar para as outras pessoas, continua firme e mais intenso.
Não interessa nossos desenganos,os erros que cometemos e todas, ás vezes que, me peguei chorando por sua causa. Parecem coisas tão pequenas diante da certeza do agora. Que não posso implorar, mesmo sabendo que a dor é bem mais forte quando você está tão longe.
Eu queria ter o dom, o poder de mudar tanta coisa... De sentir seu cheiro de novo e falar que tudo o que estávamos passando conseguiríamos consertar, juntos! Queria ter sido menos orgulhosa e menos ainda, independente e ter confessado que você era - e é - a parte mais importante da minha vida.
Hoje finjo que estou bem, quando na verdade não estou...Não sou tão forte assim, não sou aquela moça que pensa e fala que era para ser assim,e que agora estou melhor e que tudo irá mudar.
Poxa, eu sabia que você tinha inúmeros defeitos... Mas achava que eu estava acima de tudo isso, que nada podia me abalar. Que podia te deixar e ser feliz assim mesmo.
Puro erro, puro engano.
A vida e seus desenganos...
Agora entendo e ao mesmo tempo, não.
Dói, meu amor, dói muito.
Sei que será impossível a nossa volta porque já tivemos a nossa chance e a desperdiçamos, mas neste exato momento, enquanto escrevo, penso em você e me sinto bem. Nossos caminhos tomaram rumos diferentes, eu sei. E também te disse que você esqueceria de mim, conforme encontrasse outro alguém; assim, como eu.
Mas confesso, que menti!
Eu não te esquecerei, essa é a verdade. Mesmo se um outro alguém cruzar o meu caminho, e eu começar outra história novamente...
Você estará guardado, aqui dentro, enraizado, por muito tempo.
1

Dizem que a gente tem o que precisa

Dizem que a gente tem o que precisa. Não o que a gente quer. Tudo bem. Eu não preciso de muito. Eu não quero muito. Eu quero mais. Mais paz. Mais saúde.Mais dinheiro. Mais poesia. Mais verdade. Mais harmonia. Mais noites bem dormidas. Mais noites em claro. Mais eu. Mais você. Mais sorrisos, beijos e aquela rima grudada na boca. Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa, o desejo que escorre pela boca e o minuto no segundo seguinte: nada é muito quando é demais.”
0

2 de setembro de 2011


Homem bonzinho demais não dá Certo!



Não é que nós mulheres não gostamos de homens bonzinhos, até gostamos, mas se o bonzinho tiver junto com o bobinho, aí torna a coisa mais tediosa possível, né?
Fala sério, homem que só concorda com o que você faz; Não discuti; omite opinião; Fica em cima do muro; Sempre dá desculpas por nossa atitude; sempre quer agradar; não sabe seduzir; respeita demais( a gente gosta de respeito, mas existe momentos cruciais que queremos que o respeito vai a merda!); não faz loucura; Gosta do sexo morno e minucioso(dá para ouvir até a trilha sonora em cada toque que ele dá em nosso corpo);que se diminui perante a gente; inseguro; e etc;
Enfim, nós mulheres(não posso dizer todas, né?), gostamos do oposto a isso. 
Homens de atitude. Que nos façam sentir mulheres e não mocinhas virginais. Gostamos do desafio. Da sedução. Do beijo. Do gosto. Da discussão. Do abraço apertado. Do cheiro...
Se o homem for bonzinho mas não tem nada de tolinho e sabe para o que veio, sinal verde para ele. Mas se ele tiver todas as qualidades citadas acima, desculpa, meu bem, você tem que desistir de mulheres que gostam do oposto, porque nós, sem querermos, acabamos passando por cima.

Dani Lima
3
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...