31 de julho de 2010


TESTE: Você é ciumento(a)? De que tipo?


Amores, achei esse teste no site da globo sobre qual é o estágio do seu ciúmes. Achei legal, e resolvi compartilhá-lo com vocês. Foi desenvolvido pelo psiquiatra Eduardo Ferreira-Santos e aponta quatro variações para os tipos de ciúme: zeloso, enciumado, ciumento e paranóico.

É válido tanto para Homens quanto para Mulheres. Respondam as perguntas abaixo, assinalando a alternativa que mais chega próxima a situações vividas por você.ok?


1 – Sua(seu) parceira(o) esquece o telefone celular com você. O que você faz?
a) Guarda para ela(e), esperando tranquilamente a primeira oportunidade para avisá-la(o) do esquecimento.

b) Passa pela sua cabeça mexer no aparelho, com o objetivo de tentar descobrir para quem ou de quem ela(e) recebeu ligações. Mas você abandona essa ideia por considerá-la muito invasiva e esquece o assunto.
c) Vasculha todas as opções do telefone, procurando por nome de pessoas que possam ser “suspeitas” e, se encontra alguém que você não conhece, fica aflito(a) imaginando ser um(a) possível paquera.
d) Mexe sem parar no telefone até encontrar o nome de alguém que você não conhece ou que imagina ser capaz de paquerar sua(seu) parceira(o) e, na sequência, passa a ter certeza de que eles têm um caso.
 
2 – Num restaurante ou num bar, sua(seu) parceira(o)pede licença para ir ao banheiro. Você:
a) Observa se, no caminho até o banheiro, alguém a(o) aborda ou incomoda, tranqüilizando-se ao ver que nada acontece, mesmo perdendo-a(o) de vista.
b) Fica observando e, caso ela(e) pare para conversar com alguém, você sente uma “fisgada no estômago”, mas fica na sua e espera a volta dela(e) e pergunta, numa boa, quem era a pessoa.
c) Fica vigiando se ela(e) está olhando para os lados e, caso encontre e pare para falar com alguém, pensa que é uma paquera, ocasião em que você já se preparar par ir “tirar satisfações”.

d) Acredita que ela(e) está mentindo para você e que a ida ao banheiro foi só um pretexto para se encontrar com outro(a).



3 – Sua(seu) parceira(o) comunica que terá que viajar a negócios por dois ou mais dias:

a) Você pergunta se ela(e) precisa de alguma ajuda sua, deseja-lhe boa viagem e boa sorte nos contatos.

b) Sente certo desconforto e pede mais detalhes da viagem. Quer saber com quem vai viajar, com quem vai se encontrar lá, onde vai ficar hospedada(o), qual é o telefone de lá.

c) Você se sente ameaçado(a) com a possibilidade de ela(e) encontrar na viagem alguém que possa vir a abalar a relação de vocês e pensa “é... ocasião faz o ladrão”.

d) Você acha que ela(e) está mentindo: ou está usando a viagem como pretexto ou marcou com alguém de se encontrar por lá.



4 – Quando sua(seu) parceira(o) volta de viagem, você reage da seguinte maneira:

a) Recebe-a (o) e pergunta como foi, com atitudes carinhosas, realmente curioso(a) sobre o acontecido, vibrando com o sucesso e se entristecendo com o fracasso.

b) Recebe-a(o) bem, mas quer saber o que aconteceu por lá. Com quem esteve, onde foi, como eram as pessoas, passa levemente por sua cabeça se ela(e) conheceu alguém “muito interessante” e até brinca com este pensamento.

c) Recebe-a(o) desconfiado(a). Quer checar evidências de ter havido ou não traição. Fuça os bolsos, checa os recados do celular, desarruma a mala e faz uma série de perguntas.

d) Recebe-a(o) com agressividade. Faz acusações, ameaças e não acredita no que ela(e) está dizendo.

5 – Ao passear/fazer compras com sua(seu) parceira(o) no shopping center:a) Você caminha espontaneamente e chama a atenção dela(e) para lojas de que ela(e) gosta e a(o) apóia caso queira fazer alguma compra.

b) Ao entrar em uma loja, com um(a) vendedor(a) atraente, você presta mais atenção na maneira como conversam do que na compra em si.
c) Nem entra em uma loja onde perceba que tem alguém atraente. Procura outro caminho e fica “emburrado(a)”.
d) Você anda o tempo todo desconfiado de que sua(seu) parceira está olhando e sendo olhado por todo mundo que passa e mantém o seu próprio olhar “pulando de um lado para outro”, desconfiando de todo mundo.


6 – Em um evento, sua(seu) parceira(o) e você veem um ex-namorado(a) dela(e):
a) Você assinala a presença e reage naturalmente a uma eventual conversa de ambos.
b) Você não fica indiferente à presença e chama a atenção de sua(seu) parceira(o) para você.
c) Você fica perturbado(a), quer ir embora ou cria situação de confronto, com a(o) sua(seu) parceira(o) ou a(o) ex, podendo chegar ao extremo de “armar o barraco”.
d) Você fica transtornado(a). Imagina que exista uma trama entre eles e pode ter atitudes destemperadas, como agressões verbais ou físicas.

7 – Você entra em um aposento e sua parceira(o) está desligando o telefone:
a) Você simplesmente pergunta quem era.
b) Você pergunta quem era em um tom especulativo e quer saber o teor da conversa.
c) Na primeira oportunidade, você vai checar com quem estava falando (“rediscando” o telefone, por exemplo), independente da resposta dada.
d) Você tem certeza que ela(e) desligou porque estava conversando com alguém com quem “tem um caso”.


8 – Sua(seu) parceira(o) tem um encontro habitual com amigos do mesmo sexo, o que, obviamente, não o(a) inclui. Saem para divertir-se, jogar conversa fora, tomar um chope, para um jogo de futebol...
a) Você a(o) incentiva e acha natural que tenha esse espaço dela(e): afinal você também tem esse hábito.
b) Considera natural, desde que saiba com quem vai sair, aonde vai e como pode localizá-la(o).
c) Você não gosta dessa prática, mas se vê obrigado a aceitá-la. Controla o horário de chegada e liga durante o encontro, no bip ou celular, para se certificar de que sua(seu) parceira(o) está mesmo com os amigos. No limite, chega de surpresa ao local, para uma “blitz”.
d) Não admite a prática e é capaz de atos extremos para impedi-la(o) de sair, acusando-a(o) de estar saindo para se encontrar com o(a) outro(a).

9 – Sua(seu) parceira(o) se atrasa para voltar para casa ou para um encontro com você:
a) Você se preocupa e pensa que algo desconfortável possa ter acontecido. Quando ela(e) chega, sente alívio.
b) Você se preocupa. Passa pela sua cabeça desde que possa ter ocorrido um transtorno até uma leve desconfiança de que algo ameaçador para a relação possa estar acontecendo. Quando ela(e) chega, você pede para explicar e acredita no que ela(e) diz.
c) Fica com raiva e imagina que ela(e) está se divertindo em algum canto com uma pessoa que ofereça perigo à relação de vocês. Recebe-a(o) de maneira áspera e desconfiada.
(d)Tem certeza de que está sendo traído(a) e a(o) recebe de maneira extremamente agressiva.


10 – Sua(seu) parceira(o) começa, paulatinamente, a fazer elogios freqüentes a um(a) novo(a) colega de trabalho:
a) Você fica atento(a), procura conhecer essa pessoa e questiona, de maneira franca, sua(seu) parceira(o) tentando entender o que a(o) fascina nessa pessoa.
b) Você logo imagina que essa nova pessoa é um(a) possível concorrente, trata logo de se apresentar a ela, procura detalhes que possam diminuir seu brilhantismo e, sempre que pode, os menciona.
c) Deduz rapidamente que é óbvio que sua(seu) parceira(o) já está seduzida(o) por aquele “Don Juan de araque” (ou aquela”sirigaita”) e parte para o confronto direto, chegando a ligar para o escritório e perguntar o que ele(a) quer com sua(seu) parceira(o).
d) Conclui que, se ela(e) está falando muito da(o) outro(a) é porque eles já têm um caso há muito tempo. Como consequência, entra em depressão ou o agride física ou verbalmente na primeira oportunidade.

11 – Por um acaso qualquer, você passa pelo escritório de sua(seu) parceira(o) e ela(e) não chegou do almoço. Enquanto a(o) você espera, toca o telefone, você o atende, e uma pessoa (do outro sexo) procura por ela(e) sem se identificar, desligando quando você insiste em saber quem era:
a) Quando sua(seu) parceira(o) chega, você a(o) recebe normalmente, conta que estava de passagem e simplesmente relata que atendeu àquele telefonema.
b) Assim que sua(seu) parceira(o) chega, você finge que está tudo bem, espera ela(e) contar sobre o almoço e lhe pergunta, “como não quer nada”, se ela(e) tem recebido telefonemas de alguém que não possa se identificar claramente.
c) Você não consegue disfarçar sua inquietação e, assim que ela(e) chega, vai logo perguntando quem é que tem ligado para ela(e) “às escondidas” no escritório e fica esperando para ver se ela(e) fica embaraçada(o) ou se atrapalha nas respostas para “cair de pau” em cima dela(e).
d) Você a(o) recebe irado(a), afirmando que atendeu um telefonema do(a) amante dela(e) e que não adianta mais ela(e) disfarçar, porque, agora, você sabe de tudo.


12 – Sua(seu) parceira(o) guarda fotos e cartas de antigos(as) namorados(as).
a) Você acha isso natural, por faz parte da história dela(e) e nem se lembra deste fato.
b) Você concorda que “todo mundo tem uma história”, mas toda vez que abre a porta do armário, onde estão guardadas as “relíquias do passado”, sente um certo desconforto.
c) Você não admite que ela(e) tenha aquelas “lembranças” guardadas e, por conta disso, começa a brigar e exige, como “prova de amor por você”, que ele (a) as destrua.
d) Se ela(e) ainda guarda estas fotos e cartas é porque ainda tem “alguma coisa a ver” com estas pessoas e, na primeira oportunidade, você mesmo(a) destrói tudo o que ela(e) tinha guardado.


13 – Você conhece bem a história pregressa de sua(seu) parceira(o) e sabe que ela(e) teve alguns ou vários relacionamentos anteriores:
a) Você encara isso com naturalidade, pois reconhece que “o que passou, passou” e que “o importante não é ser o primeiro, mas o último” (de verdade!).
b) Você não se sente confortável com esse passado, evita falar nele e, se eventualmente algum assunto sobre isso vem à tona, você não gosta.
c) Você se sente bastante incomodado(a)com esse passado, insiste em saber detalhes e, depois, fica “remoendo” ao imaginar cenas “torturantes de amor e sexo” entre sua(seu) parceira(o) e antigos(as) companheiros(as).
d) Você acaba não suportando a ideia de que sua(seu) parceira(o) tenha tido outros envolvimentos afetivo-sexuais anteriormente e isso é motivo para romper o relacionamento.


14 – Chega o Natal ou outra data importante e, tanto sua família de origem quanto a dela(e) farão um jantar especial neste dia, no mesmo horário:
a) Você conversa bastante com ela(e) sobre isso e chegam a um consenso sobre qual a melhor atitude a tomar, ponderando os prós e os contras de irem juntos a um ou outro evento ou mesmo de irem cada um para o seu, sem nenhum problema.
b) Você fica bastante incomodado(a) com essa situação e resolve dividir o tempo entre um e outro evento, não ficando, de verdade, em nenhum deles, mesmo tendo que enfrentar “a ira da sogra e da sua mãe”, para não se sentir excluído(a).
c) Você não aceita, em hipótese alguma, discutir o assunto e diz que desde que ela(e) o(a) escolheu para companheiro(a), não há mais nada que o(a) obrigue a obedecer às “imposições de sua mãe” e que vocês vão passar juntos e sozinhos de qualquer maneira. Ante a recusa dela(e) chega a ameaçar: “Você tem que decidir, de uma vez por todas, entre ela ou eu”.
d) Você liga para a sua sogra e lhe diz “meia dúzia de verdades”, falando que ela faz isso de propósito só para criar caso e acaba brigando feio com ela e com sua(seu) parceira(o).

15 – Acaba de nascer o primeiro filho do casal e você percebe que sua(seu) parceira(o) está dando muito mais atenção ao bebezinho do que a você:
a) Você acha que é assim mesmo, pois, afinal, você mesmo(a) está encantado(a) com o novo ser e acredita que em breve tudo voltará ao normal.
b) logo após os primeiros dias de encantamento, você fica incomodado(a) com a atenção demasiada que sua companheira(o) dá ao bebê e fala com ela(e) sobre isso.
c) Você acha que sua(seu) parceira(o) está exagerando ao dar tanta atenção assim ao bebê e começa a chantagear para chamar a atenção para você.
d) Você não suporta que ela(e) esteja dedicando-se assim tão intensamente ao bebê e percebe que foi usado(a) apenas como uma “fábrica” para que ela(e) satisfizesse o desejo de ter um filho e que, agora, ela(e) não quer mais saber de você, pois não precisa mais.

16 – Um casal de primos, por parte de sua(seu) parceira(o), acaba de ter um bebê e convida apenas ela(e) para ser madrinha(padrinho), formando par com um(a) outro(a) primo(a) que já foi namorado(a) de sua(seu) parceira(o):
a) Você não acha isso elegante, conversa com sua(seu) parceira(o) sobre o fato, mas entende que a relação dos primos é mais forte, antiga e respeita.
b) Você acha isso uma “ falta de educação”, fica ressentido(a) por ter sido excluído(a), manifesta para sua(seu) parceira(o) seu descontentamento, mas não deixa de ir ao batizado nem rompe a amizade com os tais primos.
c) Você acha isso simplesmente um absurdo, não admite que sua(seu) parceira(o) aceite o convite, briga com ela(e) por ter cogitado essa ideia e rompe com os primos.
d)Agora você teve a prova definitiva de que a família dela(e) não gosta mesmo de você e quer vê-lo(a) afastado(a) de tudo, considerando que essa história de convidar os dois para serem padrinhos é apenas mais um ardil para que eles fiquem juntos, pois nunca deixaram de se gostar.

17 – Você percebe que sua(seu) parceira(o) está recebendo um tratamento diferenciado por parte do(a) chefe dela(e):

a) Você não deixa de notar isso e comentar com sua(seu) parceira(o), mas confia nela(e) e acredita que tal tratamento poderá beneficiá-la(o) no trabalho.
b) Sente-se incomodado(a), mas tenta “segurar a onda”, apenas comentando o fato com sua(seu) parceira(o) e deixando claro que você está percebendo este fato.
c) Você não aguenta isso e não consegue tirar da sua cabeça que, mais cedo ou mais tarde, sua(seu) parceira(o) vai cair no do(a) chefe e ter um caso com ele(a); passa, então, a ter constantes brigas em razão disso.

d) Você conclui que, se há esse tratamento diferenciado, é porque já existe uma intimidade entre os dois e não há dúvidas de que eles estão tendo um caso.


18 – Sua(seu) parceira(o) é leitor habitual ou até mesmo assinante de revistas eróticas:
a) Você acha curioso que ela(e) tenha este hábito, mas entende isso com naturalidade e até compartilha da leitura e comentários sobre o conteúdo das revistas.
b) Você sente que não dá mesmo para competir com aqueles(as) modelos de corpos esculturais e procura se aprimorar fisicamente e/ou até brinca com este fato.
c) Você acha isso um “absurdo” e não suporta que ela(e) veja estas fotos, pois isso é uma ofensa a você: proíbe-a(o) de ter aquelas revistas.
d) Você se sente verdadeiramente traído(a) por sua(seu) parceira(o) e acredita que ela(e) tem este hábito como pretexto para procurar outras pessoas como se estas revistas fossem um “catálogo de garotos(as) de programa”.

19 – Sua(seu) parceira(o) deixa cair um papel da carteira e, ao pegá-lo do chão, você encontra o cartão de visitas de outra pessoa do sexo oposto:
a) Você pergunta quem é a pessoa, aceita naturalmente a resposta e esquece o assunto.
b) Você imagina que o cartão possa ser de um(a) paquera, questiona sua(seu) parceira(o), mas aceita a explicação de que se trata de alguém relacionado à atividade profissional dela(e).
c) Você fica “com a pulga atrás da orelha” e não aceita as explicações dela(e), briga por causa disso e chega até a ligar para a pessoa do cartão para saber o que ela quer com sua(seu) parceira(o).
d) Ah!!! Finalmente você encontrou a prova definitiva de que seu(sua) parceiro(a) está traindo você e não há argumento que o(a) faça pensar o contrário.


20 – Você recebe uma carta anônima de um(a) amigo(a), revelando que sua(seu) parceira(o) tem um caso com alguém:
a) Você mostra a carta para ela(e) e acredita nas explicações dela(e) de que se trata de alguém querendo desestabilizar a relação de vocês e ambos de comprometem a tentar descobrir quem fez isso, mas não se dão ao trabalho de mudar a rotina de vocês.
b) Você fica chocado(a) com o fato, tenta encontrar motivos para que pudesse haver a traição e conversa com sua(seu) parceira(o) sobre a carta, procurando entender o que isso significa de verdade.
c) Você quase tem um “colapso nervoso” e, na primeira oportunidade, esfrega a carta na cara dela(e), exigindo e insistindo em querer saber quem é este cafajeste (ou esta sirigaita) para quem ela(e), no mínimo, anda dando bola, havendo, portanto, motivos para alguém escrever aquela carta.
d) Agora sim, você tem a prova absoluta da traição dela(e) e não quer mais nem conversar sobre isso. Parte para a agressão física e verbal e, igualmente, para o rompimento da relação, sem dar nenhum ouvido às explicações que ela(e) possa fornecer.

 
Bom, agora chego a hora dos resultados. Confiram aí:
 
Maioria A:
Você é do tipo ZELOSO, que manifesta um sentimento saudável, normal, de verdadeiro zelo, cuidado, que está intimamente relacionado ao amor, uma vez que é um sentimento altruísta, isto é, voltado para o outro, para o bem-estar, para sua felicidade. Exige, muitas vezes, como no verdadeiro amor, um ato extremamente difícil que é renúncia de seu próprio desejo em benefício do outro. É também uma situação de real preocupação com o ser amado.
 
Maioria B:
Você está na faixa da normalidade (isto é, o que a maioria das pessoas sentiria ou faria nestas situações). É, portanto, do tipo ENCIUMADO, no qual o ciúme se manifesta de maneira transitória, surgindo quando há uma ameaça real à relação e coloca a pessoa em estado de alerta e competição com um terceiro. Embora bastante comum, revela, bem no íntimo, que, pelo menos, naquele momento, alguma fraqueza, alguma complexo de inferioridade ou mesmo um sentimento real de inferioridade possa estar aflorando e deixa à mostra um ponto da personalidade do enciumado que merece ser, se não cuidado, talvez trabalhado melhor.
 
Maioria C:
Você enquadra-se no tipo CIUMENTO: este estado independe de haver ou não evidência da ameaça e tem como base, exclusivamente, a fantasia, o medo muitas vezes infundado de ser traído ou trocado por outro. É diferente do zelo, pois é um sentimento egoísta, voltado para si mesmo, isto é, o foco do ciumento é o seu amor próprio, sua insegurança, suas dificuldades e a necessidade de manter o outro sob seu controle. Muitas vezes, dependendo da forma como se manifesta (violenta, extravagante, raivosa) pode ter como base um transtorno até mesmo de base neurótica
 
Maioria D:
Procure imediatamente ajuda especializada. Neste caso, que compreende o tipo PARANÓICO, há, sem dúvida, um grave distúrbio psiquiátrico que transforma a fantasia em suposta realidade, sem nenhum dado de evidência, ou simplesmente distorcendo toda a realidade. Pertence efetivamente ao campo da psicopatologia e está frequentemente associado ao uso abusivo de drogas, como álcool e a cocaína, ou a demências originadas de doenças neurológicas graves, como o Parkinson e o Alzheimer, entre outras. Exige um tratamento psicoterápico e medicamento urgente.
 
E , aí, qual você é? Deixe seu comentário.
Eu adoraria saber sua resposta!! 
Bjinhos, amiguxosss. Adoro vcs!!
3

30 de julho de 2010


Mais que a mim!


Ouvi dizer que você tá bem, que já tem um outro alguém. Encontrei moedas pelo chão, Mas não vi ninguém pra me abraçar, me dar a mão...
Eu chorei, sem disfarçar, quando vi seu carro passar...Vi todo o amor que em mim ainda não passou...Eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou.
Tentei falar mas você não soube ouvir.
Tente admitir!
Tentei voltar e pude ver o quanto errei.

Te amei mais que a mim.
BEM MAIS QUE A MIM!!!!
É, mais que a mim.

☼Ana Carolina e Maria Gadú☼
0

Amar é surpreender!!!


O amor é onipresente, mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza.

Guarde bem essa frase:
Idealizar é sofrer. Amar é surpreender.


*postado no Meme dia 29/07
3

28 de julho de 2010


O amor, concha e as Estrelas


Todos os amores são conchas vazias,todos os corações um dia são partidos. Mas quando a gente encontra alguém pra deitar do nosso lado e contar estrelas com a gente,é como se uma pérola só nossa brotasse dentro da concha e fizesse a gente esquecer o escuro e a solidão. Eu sei que você tem medo e eu também tenho, mas a vida veio pra ser vivida e, se um dia roubarem a sua pérola tenha apenas uma certeza: você não vai morrer! E quando menos esperar outra pérola nasce.

O nosso amor é burro, mas é bom. Quem escolhe se esconder dele por segurança não se machuca,é fato,mas também nunca conta estrelas de madrugada e nem, no final da vida,tem um colar de lembranças para contar.


**postado no Meme 27/07
1

Boas meninas...


Boas meninas vão para o céu.
As melhores, como eu, te levam até lá!
 
**postado no meme 28/07
1

26 de julho de 2010


Por favor, Diferente


Eu não espero que você seja o-grande-amor-da-minha-vida, parei de acreditar nisso na quinta série quando a moça que trabalhava na biblioteca do meu colégio me disse que estava se separando do marido dela. Meus pais estão juntos até hoje, mas a gente sabe bem como vão as coisas ali. A moça da biblioteca chorou. Não quero que você me faça chorar. Não quero que você seja um motivo ruim na minha vida. Você é motivo de sorrisos, razão pra eu acordar num dia de chuva e tomar banho e mudar de roupa porque eu sei que você vai passar aqui, vai trazer algo congelado pra gente ver ser aquecido no forno e comer enquanto falamos bobagens.

Não quero te odiar. Não quero falar mal de você pros outros. Pras minhas amigas. Quero falar mal de você como quem ama. Pois é, Carla, ele nunca lembra de desligar o celular antes de dormir e sempre alguém do trabalho liga. Sabe, eu quero dizer isso. Que o máximo de irritação que você me provoca é me acordar de manhã cedo falando bobagens que parecem ser importantes no celular. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara. E eu não tenho medo que isso aconteça (eu nunca tenho), eu fiz isso com todos os outros. É só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente.

 Dessa vez, com você, eu queria que desse certo. Que eu não te largasse no altar. Que eu não te visse com outra. Que eu não tivesse raiva. Que você não passasse a comer de boca aberta. Que você entendesse o meu problema com chãos de banheiro molhados pra sempre. Que você gostasse e cuidasse de mim como disse ontem à noite que cuidará. Eu quero que dê certo, não estraga, por favor. Não estraga não estraga não estraga.

Posso pôr um post-it na sua carteira? Mesmo que a gente não fique juntos pra sempre. Mesmo que acabe semana que vem. Nunca destrua o meu carinho por você. Nunca esfrie o calorzinho que aparece dentro de mim quando você liga, sorri ou aparece no olho mágico da minha por minha porta. Mesmo que você apareça na porta de outras mulheres depois de me deixar.

 Me deixe um dia, se quiser. Mas me deixe te amando. É só o que eu peço.
1

Continue a Dançar para mim,Sempre!

Quero acordar do seu lado num domingo de manhã e saber que não temos hora para sair da cama. E, depois, ir tomar café na padaria e ler o jornal com você. Quero ouvir você me contar sobre o trabalho e falar detalhadamente de pessoas que eu não conheço, e nem vou conhecer, como se fossem meus velhos amigos. Quero ver você me olhar entre um gole de café e outro, sem nada para dizer, e apenas sorrir antes de voltar a folhar o caderno de cultura. Quero a sua mão no meu cabelo, dentro do carro, no caminho do seu apartamento. Quero deitar no sofá e ver você cuidar das plantas, escolher a playlist no ipod e dobrar, daquele seu jeito metódico e perfeccionista, as roupas esquecidas em cima da cama. E que, sem mais nem menos, você desista da arrumação, me jogue sobre a bagunça, me beije e me abrace como nunca fez antes com outra pessoa. E que pergunte se eu quero ver um DVD mais tarde.

Quero tomar uma taça de vinho no fim do dia e deitar do seu lado na rede, olhando a lua e ouvindo você me contar histórias do passado.Quero escutar você falar do futuro e sonhar com minha imagem nele, mesmo sabendo que eu provavelmente não estarei lá. Quero que você ignore a improbabilidade da nossa jornada e fale da casa que teremos no campo. Quero que você a descreva em detalhes, que fale do jardim que construiremos, e dos cachorros que compraremos. E que faça tudo isso enquanto passa a mão nas minhas costas e me beija o rosto.

Quero que você nunca perca de vista a música da sua existência, e que me prometa ter entendido que a felicidade não é um destino, mas a viagem. E que, por isso, teremos sido felizes pelos vários domingos na cama e pelos sonhos que comparilhamos enquanto olhávamos a lua. Que você acredite que não me deve nada simplesmente porque os amores mais puros não entendem dívida, nem mágoa, nem arrependimento.



Então, que não se arrependa. Da gente. Do que fomos. De tudo o que vivemos. Que você me guarde na memória, mais do que nas fotos. Que termine com a sensação de ter me degustado por completo, mas como quem sai da mesa antes da sobremesa: com a impressão que poderia ter se fartado um pouco mais.
 
E que, até o último dia da sua vida, você espalhe delicadamente a nossa história, para poucos ouvintes, como se ela tivesse sido a mais bela história de amor da sua vida. E que uma parte de você acredite que ela foi, de fato, a mais bela história de amor da sua vida. Que você nunca mais deixe de pensar em mim quando for a Londres, escutar Dream' Bout Me ou ler Nick Hornby. E, por fim, que você continue a dançar na sala. Para sempre. Mesmo quando eu não estiver mais olhando.
 
**Postado no Meme 26/07
0

25 de julho de 2010


Realidade fingida


A gente acaba inventando uma realidade fingida, e acreditando na ilusão...quando tuda dá errado, o principe vira sapo, nos cortamos toda, fora e dentro, e acordamos para a realidade, igual a bela adormecida...Mas no nosso caso, não teremos o bjo do principe e sim, a decepção do despertar.

Danila Lima
2

O que é ser escritor???






Ser escritor é tirar dentro de ti as mais profundas emoções e pô-las num papel, traduzindo em palavras,desenhando- as em várias formas, dando cor e brilho até que elas se transformam em uma pintura.Uma obra de arte.


Ser escritor é ser uma grande mágico: ele te levar ao reino da fantasia, da mágia...Você descobre que é o coelho da cartola, esperando o momento certo de sair, na expectátiva; Você é a bruxa, você é o mago, você é a princesa a espera do seu amado ou você é o dragão que cospe fogo...

Ser escritor é ser o artesão, que modela as palavras e dá vida em forma de poesias, poemas, textos que são capazes de te fazer chorar.


Ser escritor é ser uma cigana, que lê as nossas vidas na palma da mão dos livros; é ser a cartomante, que ler nas cartas,e as entrelinhas os nossos destinos; é ser o vidente, que acerta o nosso futuro; é ser o sábio que ler nossa alma e interpreta os sinais...


Ser escritor é ser uma parte de um Todo. Uma parte de nós mesmos. Um ser unificado. Que conhece minunciosamente cada página da nossa vida. Cada lágrima derramada. cada angústia.Cada sorriso. Cada momento da nossa vida e tranduzi-los em mensagens verdadeiras.


Ser escritor é ser FELIZ por sê-lo, mesmo estando infeliz, vivendo como todo mundo. Sendo Humano.


Ser escritor é entender que os dias da sua vida serão sempre páginas de um livro ainda por escrever.

♥Feliz dia para Todos os Escritores♥ ♥E para todos os Leitores♥



Danila Lima
0

22 de julho de 2010


Tudo Muda

De um jeito ou de outro, NUNCA escaparemos do inevitavel:
 Tudo Muda...




Danila Lima


**Postado no Meme 22/07/2010
2

21 de julho de 2010


Eu sou a Protagonista


Não sou objeto, nem acessório para ser usada em alguns momentos..Sou a PROTAGONISTA e nunca a coadjuvante!


Danila Lima
1

20 de julho de 2010


Vai

Quer ir? Vai. Eu não vou segurar. Uma coisa que não dá certo é segurar uma pessoa contra a vontade, apelar pro lado emocional. De um jeito ou de outro isso vira contra a gente mais tarde: não fui porque você não deixou, ou: não fui porque você chorou. Sabe, existem umas harmonias em que é bom a gente não mexer. Estraga a música. Tem a hora dos violinos e tem a hora dos tambores.


Eu compreendo, compreendo perfeitamente. Olha, e até admito: você muda pra melhor. Fora de brincadeira, acho mesmo. Eu sei das minhas limitações, pensei muito nisso quando tava tentando te entender. É, é um defeito meu considerar as pessoas em primeiro lugar. Concordo. Mas não tem mais jeito, eu sou assim. Paciência.


Sabe por que eu digo que você muda pra melhor? Ele faz tanta coisa melhor do que eu! Verdade. Tanta coisa que eu não aprendi por falta de tempo, de oportunidade – ora, pra que ficar me justificando? Não aprendi por falta de jeito, de talento, essa é que é a verdade. Eu sei ver as qualidades de uma pessoa, mesmo quando é um homem que vai roubar minha namorada. Roubar não: ganhar.

Compara. Ele dança muito bem, até chama a atenção. Campeão de natação, anda de bicicleta como um acrobata de circo, é bom de moto, sabe atirar, é fera no volante, caça e acha, monta a cavalo, mete o braço, pesca, veleja, mergulha. Não tem companhia melhor.

Eu danço mal, você sabe. Não consegui ultrapassar aquela fronteira larga entre a timidez e a ousadia, entre a discrição e o exibicionismo, que separa o mau e o bom bailarinos. Nunca fui muito além daquela fase em que uma amiga compadecida precisava sussurrar no meu ouvido: dois pra lá, dois pra cá.

Atravessar uma piscina eu atravesso, uma vez, duas talvez, mas três? Menino de cidade, e modesto, não tive córrego nem piscina. É com olhos invejosos que eu o vejo na água, afiado como se tivesse escamas.

Moto? Meu Deus, quem sou eu. Pra ser bom nisso é preciso ter aquele ar de quem vai passar roncando na frente ou por cima de todo mundo – e esse ar ele tem.

Montar? É preciso ter essa certeza, que ele tem, de que cavalo foi feito pra ser domado, arreado, freado, ferrado e montado Eu não tenho. Não tá em mim. Eu ia montar como se pedisse desculpas ao cavalo pelo incômodo, e isso não dá, não pode dar um bom cavaleiro.

O jeito como ele dirige um carro é humilhante. Já viajei com ele, encolhido e maravilhado. Você conhece o jeitão, essa coisa de velocidade. Não vou ter nunca aquela noção de tempo, a decisão, o domínio que ele tem. Cada um na sua. Eu troquei a volúpia de chegar rapidinho pelo prazer de estar a caminho. No amor também.

Caçar... Dar um tiro num bicho... Ele tem isso, a certeza de que o homem é o senhor do universo, tudo tá aí pra ele. Quem me dera. Quando penso naquela pelota quente de aço entrando no corpo do bicho, rasgando carne, quebrando ossos... Não, não tenho coragem.

Aí é que eu tou perdido mesmo, no capítulo da coragem. Ele faz e acontece, já vi. Mas eu? Quantas vezes já levei desaforo pra casa. Levei e levo. Se um cachorro late pra mim na rua, vou lá e mordo ele? Eu não. Mudo de calçada.

Outra coisa: ele é mais engraçado do que eu. Fala mais alto, ri mais à vontade, ás vezes chama até um pouco a atenção mas... é da idade. Lembra aquela vez que ele levou um urubu e soltou na igreja no casamento do Carlinhos? E aquela vez que ele sujou de cocô de cachorro as maçanetas dos carros estacionados na porta da boate? Lembra que sucesso? Os jornais falaram por dias naquilo. Não consigo ser engraçado assim. Não tá em mim. Por isso que eu não tenho mágoa. Ele é muito mais divertido. E mais bonito também.

Vai.

Olha, não quero dizer que o que eu vou falar agora tenha importância pra você, que possa ter influído na sua decisão, mas ele tem mais dinheiro também, você sabe. Ele tem até, sabe?, aquele ar corajoso dos ricos, aquela confiança de entrar nos lugares. Eu não. Muito cristal me intimida. Os meus lugares são uns escondidos onde o garçom é amigo, o dono me confessa segredos, o cozinheiro acena lá no quadradinho e me reserva o melhor naco. É mais caloroso, mas não compensa o brilho, de jeito nenhum.

Ele é moderno, decidido. Num restaurante não te oferece primeiro a cadeira, não observa se você tá servida, não oferece mais vinho. Combina, não é?, com um tipo de feminismo. A mulher que se sente, peça o que quiser, sirva-se, chame o garçom quando precisar. Também não procura saber se você tá satisfeita. Eu sei que é assim que se usa agora. Até no amor. Já eu sou meio antigo, ultrapassado, gosto de umas cortesias.

Também não vou dizer que ele é melhor do que eu em tudo. Isso não. Eu sei por exemplo uns poemas de cor. Li alguns livros, sei fazer papagaio de papel, posso cozinhar uns dois ou três pratos com categoria, tenho certa paciência pra ouvir, sei uma ótima massagem pra dor nas costas, mastigo de boca fechada, levo jeito com crianças, conheço umas orquídeas, tenho facilidade pra descobrir onde colocar umas carícias, minhas camisas são lindas, sei umas coisas de cinema, não bato em mulher.

E não sou rancoroso. Leva a chave para o caso de querer voltar.

Ivan Angêlo
0

♥Feliz Dia do Amigo♥

Faça uma lista de grandes amigos

Quem você mais via há dez anos atrás?
Quantos você ainda vê todo dia?
Quantos você já não encontra mais?

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre?
Quantos você conseguiu preservar?

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava?
Quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantas canções que você não cantava...
Hoje assobia pra sobreviver

Quantos segredos que você guardava?
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas pessoas que você amava?
Hoje acredita que amam você.

(Oswaldo Montenegro)



Aos meus amigos de ONTEM, de HOJE e de SEMPRE.
Muito obrigada por fazer da minha vida um inesquecivel momento de FELICIDADE, AMOR, PAZ, ALEGRIA, RISADA, EMOÇÃO E FIDELIDADE.

♥Eu amo vocês♥

"Um amigo fiel é um refúgio poderoso, e quem o encontra, achou um tesouro." (Eclesiástico)
1

19 de julho de 2010


Decodificando-o


Queria aprender Braile, para decodificar as linhas do seu corpo....

Danila Lima
0

Eu me aprisionei em você...


Eu me aprisionei em você: em seu corpo que me esquentava nas noites longas de inverno.
Eu me aprisionei em você: Nos afagos na minha nuca quando estava precisando de colo.
Eu me aprisionei em você: Nas minhas lágrimas que secou com seus lábios quando me sentia aflita, sem direção.
Eu me aprisionei em você: Quando me olhava, fixamente, e dizia com seus olhos que tudo ia ficar bem.
Eu me aprisionei em você: Nas horas de insônia, abraçada junto ao seu torso nu e você me fazendo companhia, acordado e transmitindo todo o calor que eu necessitava.
Eu me aprisionei em você: Quando sorria junto comigo por qualquer bobagem. 
Eu me aprisionei em você: Quando me ouvia com atenção, sussurrava em meu ouvido, e dizia: "Eu te Amo".
Eu me aprisionei em você : Em todos os momentos que você esteve presente em mim, decifrando meu corpo em braile, tocando-me com seus lábios,dentes e língua, lendo-me em seus olhos...
Eu me aprisionei em você,  a partir do momento, que percebi que você fazia(e sempre fará!) parte de mim. 
  
Danila Lima
1

18 de julho de 2010


Quantos???

Quantos dias perdi você, olhando para mim, dentro do seu corpo...


Fernanda Young
0

Sou obsessiva. Completamente.

De certa forma,creio que essa caracteristica tenha me ajudado a ser quem sou, mas ela é burra no que se refere ao amor.
Eu quero que o outro - qualquer um, qualquer um, qualquer um mesmo, quando esse um está disfarçado em nomes proprios - tenha a noção de como seria incrivel viver aquele um- pouco- a mais comigo.
Os meu desejos...
Os meus prazeres...
Os meus segredos...
As minhas taras ...
As minhas reticências...
Mas a minha maior burrice é não perceber que não ter esses momentos não significa que nada disso exista.
E existir é o melhor que tenho a fazer, ponto.
Posso estar bem comigo mesma.

Fernanda Young

Postado no meme 18/07/2010
0

17 de julho de 2010


Anjo


É tão bom saber que existe alguém
Assim como você
A Obra tão perfeita escupida a mão
Tão Valiosa és pedra preciosa Pra mim
O Maior presente você merece ganhar de mim
Pois o melhor presente você já me deu quando nasceu
Deus me deu um Anjo tão Bom
Deus me deu um anjo, no jeito de agir
Na forma de olhar e no modo de falar
Pois Deus me deu um anjo
Nunca vou encontrar algo que possa se comparar
Com o seu olhar, com o seu olhar
Não encontrarei outro alguem assim
como você
Não encontrarei outro alguem assim
que possa me amar
assim como eu te amo
 
VL3
1

16 de julho de 2010


Rosas

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho.
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!


Machado de Assis


*Postado no meme 14/07/2010
2

Diario de uma Paixão........Eu quero!

-"Você acredita que nosso amor é capaz de fazer milagres?"
-"Claro, é ele que traz você de volta pra mim todos os dias"
-"Será que nosso amor seria capaz de nos levar juntos?"
-"Nosso amor é capaz de fazer qualquer coisa."
 
*Postado no meme dia 16/07/2010
0

A vida


A vida é uma luta cercada de água clara e peixes
A vida é uma terra seca habitada por vitórias régias e borboletas azuis
A vida é uma ladeira escura fincada em uma montanha verde aberta pro céu
A vida não dá pausa nem muito tempo pra descanso
A vida é o remanso de um rio tortuoso e largo
A vida é um tornado um torpedo um segredo estranho
Um enigma que não me deixa dormir em paz.
Na vida não há paz senão mar tortuoso e alegria
A vida é um mar de alegria e susto e maremoto em ilhas tropicais
A vida é uma matilha de temporais sujeita a sol entre as nuvens
Em fins de tarde vermelhas como pitangas e lábios.
A vida é vermelha como os livros expostos
nos corpos que se deleitam em letras.

Viviane Mose

*Postado no Meme 13/07/2010
0

Só os loucos Sabem


♥Eles dizem que é impossível encontrar o amor sem perder a razão♥♥Mas pra quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião.♥

E disso os loucos sabem...

Só os loucos sabem...
 
Charlie Brown Jr
 
 
*Postado no Meme: 14/07/2010
0

Romeo e Julieta



Adoro essa música.
Adoro a letra, a melodia.
Ai, ai, esses amores verdadeiros e seus trâgicos destinos...
Por que para amar precisa ter vários desencontros?
Por que não existe um caminho tão fácil para o amor? Ficar junto da pessoa que você ama sem passar por tantos desatinos, tantos preconceitos e tantas tragédias?

Ai, ai, mesmo sabendo disso, eu me sacrificaria tantas vezes for preciso para Amar.
Sem amor, a gente não vive. Virá Pedra.
0

13 de julho de 2010


Túnel do Tempo - dia Internacional do Rock

Hoje é o dia Internacional do Rock...(Nossa quase esqueci de postar algo aqui)



Vou resumir num túnel do tempo alguns acontecimentos do rock até o dia de hoje(?)


Origens do rock

Você sabia que esse gênero musical nasceu na década de 50, nos Estados Unidos? Pois bem, ele unia um ritmo rápido com pitadas de música negra do sul dos EUA e o country. Uma das características mais importantes do rock era o acompanhamento de guitarra elétrica, bateria e baixo. Com letras simples e um ritmo dançante, caiu rapidamente no gosto popular. Apareceu pela primeira vez num programa de rádio no estado de Ohio (EUA), no ano de 1951.


Os primeiros passos

Ganhou a simpatia dos jovens que se identificavam com o estilo rebelde dos cantores e bandas. Surge nos EUA e espalha-se pelo mundo em pouco tempo. No ano de 1954, Bill Haley lança o grande sucesso Shake, Rattle and Roll. No ano seguinte, surge no cenário musical o rei do rock Elvis Presley. Unindo diversos ritmos como a country music e o rhythm & blues. O roqueiro de maior sucesso até então, Elvis Presley lançaria o disco, em 1956, Heartbreaker Hotel, atingindo vendas extraordinárias. Nesta década, outros roqueiros fizeram sucesso como, por exemplo, Chuck Berry e Little Richard.

Os primeiros ídolos do rock nacional Brasileiro foram os irmãos Tony e Celly Campelo que, em 1958, lançaram o compacto Forgive Me/Handsome Boy, que vendeu 38 mil cópias.

Rebeldia e transgressão(ano 1960)

Entra no mundo do rock, a maior banda dos últimos tempo:The Beatles.Os quatro jovens de Liverpool estouram nas paradas da Europa e Estados Unidos, em 1962, com a música Love me do. Os Beatles ganham o mundo e o sucesso aumentava a cada ano desta década.


Surge,no Brasil, um capixaba que se tornaria o maior ídolo do Rock Nacional dos anos 60 e, posteriormente, o maior nome da música brasileira: Roberto Carlos, que emplacou dois hits em 1963: "Splish Splash" e "Parei na Contramão". No ano seguinte, obteve mais sucessos como "É Proibido Fumar" (mais tarde regravada pelo Skank) e "O Calhambeque". Aproveitando o sucesso, a Rede Record lançou o programa Jovem Guarda, apresentado por Roberto ("Rei"), seu amigo Erasmo Carlos ("Tremendão") e Wanderléa ("Ternurinha"). Só nas primeiras semanas, atingira 90% da audiência.

A década de 1960 ficou conhecida como Anos Rebeldes, graças aos grandes movimentos pacifistas e manifestações contra a Guerra do Vietnã. O rock ganha um caráter político de contestação nas letras de Bob Dylan. Outro grupo inglês começa a fazer grande sucesso : The Rolling Stones.

Em 1966, surgiram Os Mutantes: Rita Lee, Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, com seu deboche e som inovador. Os Mutantes também criariam carreira grandiosa, com álbuns elogiados a partir de 1968 e chegando a influenciar até Kurt Cobain, do Nirvana.

**Festival de Woodstock torna-se o símbolo deste período. Sob o lema "paz e amor", meio milhão de jovens comparecem no concerto que contou com a presença de Jimi Hendrix e Janis Joplin.


Disco music, pop rock e punk rock: chegou 1970.

Nesta época o rock ganha uma cara mais popular com a massificação da música e o surgimento do videoclipe. Surge também uma batida mais forte e pesada no cenário do rock. É a vez do heavy metal de bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple. Bandas de rock com shows grandiosos aparecem nesta época : Pink Floyd Genesis, Queen e Yes.

Rita Lee iniciou uma muito bem sucedida carreira solo, acompanhada do grupo Tutti Frutti. É nesse período, que ela lança o seu mais memorável álbum: o Fruto Proibido de (1975), disco este, que contém os sucessos "Agora só falta você", "Esse tal de Roque Enrow" e "Ovelha Negra".


Em 1973, surgiram Secos & Molhados, liderados por João Ricardo, com Ney Matogrosso como vocalista, que faziam a chamada "poesia musicada.


Em 1973 também surgiu outro ícone: Raul Seixas, que vendera 600.000 compactos de "Ouro de Tolo" em poucos dias e se tornaria "bardo dos hippies" com músicas debochadas como "Mosca na Sopa" e "Maluco Beleza", esotéricas como "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás" e "Gita", e as motivacionais "Metamorfose Ambulante" ( que compunha aos 14 anos) e "Tente Outra Vez".


Mesmo com o pouco espaço na mídia, várias bandas e estilos se destacavam no circuito underground da época, como o progressivo regional de O Terço (que chegou a gravar um álbum em inglês voltado para o mercado italiano), o hard rock do Made in Brazil, o rock rural de Sá, Rodrix e Guarabyra e o hard progressivo do Casa das Máquinas.

Anos 1980: a mistura

A década de 1980 foi marcada pela convivência de vários estilos de rock. O new wave faz sucesso no ritmo dançante das seguintes bandas: Talking Heads, The Clash, The Smith, The Police. Surge em Nova York uma emissora de TV dedicada à música e que impulsiona ainda mais o rock. Esta emissora é a MTV, dedicada a mostrar videoclipes de bandas e cantores.Começa a fazer sucesso a banda de rock irlandesa chamada U2 com letras de protesto e com forte caráter político


Atribui-se a esta década a popularização do rock brasileiro, movimento que surgiu para aproveitar a onda do estilo musical (rock) que já havia se consagrado mundialmente nos anos 70. Muitas bandas deste estilo, como os Titãs e Os Paralamas do Sucesso permanecem ativas até hoje, fazendo apresentações por todo o Brasil. Outras bandas e artistas da época, como Legião Urbana e Renato Russo, foram imortalizados e tocam nas rádios até hoje, devido ao grande sucesso entre o público, principalmente adolescentes.


As bandas mais cultuadas dos anos 80 formam um "quarteto sagrado: Os Paralamas do Sucesso; Titãs; Ira!; Legião Urbana- liderados por Renato Russo, surgiram em 82, emplacando suscessos como Faroeste caboclo, que chegou ao topo das radios; Barão Vermelho – liderado por Cazuza. Com a morte de Cazuza, entra o vocalista Frejat em seu lugar.


Outras Bandas e cantores foram se formando pelo país todo, como Kid Abelha; Lulu Santos, Lobão, Ritchie, Ratos de Porão, Ultraje a Rigor e outros.

Experiências: década de 90


Década marcada por fusões de ritmos diferentes e do sucesso, em nível mundial, do rap e do reggae. Bandas como Red Hot Chili Peppers e Faith no More fundem o heavy metal e o funk, ganhando o gosto dos roqueiros e fazendo grande sucesso.Surge o movimento grunge em Seattle, na California. O grupo Nirvana, liderado por Kurt Cobain, é o maior representante deste novo estilo. R.E.M., Soundgarden, Pearl Jam e Alice In Chains também fazem sucesso no cenário grunge deste período.O rock britânico ganha novas bandas como, por exemplo, Oasis, Green Day e Supergrass.


A década começou com apenas uma novidade: a MTV Brasil, em 1990. E o primeiro "grande grupo" da década foram os mineiros Skank, que misturavam rock e reggae. Ao longo da década, outros grupos mineiros surgiriam, como Pato Fu, Jota Quest e Tianastacia.


Em 1994, surgiu em Recife o movimento Mangue beat, liderados por Chico Science & Nação Zumbi e Mundo Livre S/A. O movimento misturava percussão nordestina a guitarras pesadas, conquistando a crítica.


Entre 94 e 95 surgiram dois grupos bem-sucedidos pelo humor: os brasilienses Raimundos e Mamonas Assassinas.


O Sepultura teve um crescimento de popularidade nos anos 90, culminando no álbum Roots, que fez da banda uma das principais do heavy metal mundial na época e lhes rendeu razoável exposição no mainstream.


Seguindo o caminho do Sepultura, o Angra também gravou músicas em inglês, misturando power metal com ritmos tipicamente brasileiros. A banda alcançou sucesso na cena heavy metal brasileira e reconhecimento mundial, sendo muito bem recebidos na França e, principalmente, Japão.


Outros destaques são O Rappa, também reggae/rock; Charlie Brown Jr., um "skate punk" com vocais rap; Cássia Eller, com um repertório de Cazuza e Renato Russo; e Los Hermanos, que surgiram com "Anna Júlia", canção pop que não combinava com a imagem intelectual da banda.


Outro fato da década é que todas as bandas do "quarteto sagrado" (exceto a Legião) tiveram de se reinventar para reconquistar audiência: os Paralamas, depois de uma fase experimental, voltaram às paradas com Vamo Batê Lata (95); o Barão Vermelho, com o semi-eletrônico Puro Êxtase(98); e os Titãs, com seu Acústico MTV (97). Depois de um tempinho, surgiram Wilson Sideral e Flávio Landau (ambos irmãos de Rogério Flausino vocalista do Jota Quest); Wilson Sideral emplacou nas rádios brasileiras o seu primeiro sucesso que foi a faixa "Não pode parar", e depois de um tempo foi "Zero a zero".

Ano 2000 em diante: novas bandas e o novo Rock



Indie rock (ou rock independente em português) é um estilo musical que caracteriza bandas que não são lançadas por grandes gravadoras, porém o grande sucesso de algum desses grupos lançaram-nos diretamente para gravadoras de grande porte, embora o som na maioria dos casos, não perca a identidade, fazendo com que tais bandas, mesmo com o sucesso de público e grande repercussão na mídia, sejam consideradas bandas alternativas. Surgiu da década de 90, com Oasis, Placebo, Blur mas chamou atenção novamente,com um novo cenário, com a banda The Strockes, nos anos 2000. Logo depois outras bandas surgiram: Franz Ferdinand, the killers.


Surge novas bandas de hard core : Detonautas Roque Clube, Dead Fish, CPM22 e Pitty, cantora revelação do rock brasileiro em 2003


Em 2003, revelou-se no Brasil o movimento musical Norte-americano conhecido como Emotional Hardcore, aceito também como Emo e/ou Emocore, em geral, deteriorado por um grupo preponderante no país que resumiu a alcunha unicamente para "Emo", ainda que por outro lado algumas pessoas julgam ser "Emo" apenas a abreviação de "EMO-tional Hardcore": Nx zero, Fresno, Cine e outros.




Opínião e conclusão:
De uns tempos para cá, o rock sofreu uma mistura de ritmos, que muitas vezes, ele próprio é confundido. Surgiram novas bandas, novas tribos, novos ouvintes... muita coisa boa e também muita coisa ruim foi gerada e comercializada. Mas, como pudemos ver, o rock sofreu suas alterações ao decorrer do tempo, ganhou muitos seguidores. Mas roqueiro que é roqueiro, diz que atualmente, o rock morreu. O cenário musical que surgiu é uma caricatura dele, que saudosamente pode ser apreciado relembrando-o e ouvindo-o através das melhores bandas dos ultimos tempos.


Danila.

Bibliografia:
 Texto em vermelho - História do Rock Brasileiro tirado da Wikipedea.
Demais fontes tiradas de vários sites sobre o assunto.





2

Não tenha medo

Não tenha MEDO de ser FELIZ e nem de SOFRER, pois a vida é assim mesmo...Se não passar por essas etapas, tristeza, medo e alegria,ou virce-versa, você não vive, VEGETA!

Danila
1

11 de julho de 2010


Ferida


Ferida por dentro

Sozinha estou

Cheia de lembranças

De sorrisos fáceis

D e abraços apertados

De sussurros à noite.

Sozinha estou

Com as palavras ditas

E as palavras não ditas

Com os afagos nas horas certas

Com os beijos molhados nas incertas...

Sozinha estou

Neste silêncio que apavora

Na hora que não passa

Na lágrima que não para

E, no fim, só resta mesmo

A escuridão,

E as lembranças,

E os sorrisos,

E os abraços,

E os sussurros...

E a ferida que não sara

Danila

0

Amizade é tudo!

Tem dias que a gente não quer uma vida de aventuras e não quer um grande amor. Tem dias que a gente só precisa saber que existe alguém do nosso lado, pro que der e vier. Alguém que:

-vai fazer merda e coisas erradas com você.

-vai te dizer "não" e vai dizer que você está errado.

-vai se oferecer pra fugir com você e pra te abraçar quando você chorar.

-vai no seu casamento e que vai bater no seu namorado quando ele te fizer mal.

No meu mundo, a gente chama isso de amizade!
 
**Postado no Meme dia 20/05/2010
0

Caminho

Lá vai a Mulher-menina cheio de sonhos, seguindo seu destino

Deixando em cada lugar que passa uma recordação colorida
Sorridente e saltitante, com seu vestido esvoaçante e uma bagagem.
Deixou amores inacabados, alguns apaixonados e outros apenas fascinados.
Decidiu esvaziar um pouco a bagagem, deixando pelo caminho,
Os medos, os anseios e os erros.
E seguiu em frente.Sem olhar para trás.

Danila
0

Tudo muda


Se eu pudesse voltar os anos...Se você pudesse aprender a me perdoar,então eu poderia aprender a sentir...Às vezes as coisas que eu digo,em momentos confusos, cedem aos jogos que nós jogamos para ter certeza que isso é real. Quando é apenas você e eu, quem sabe o que nós podemos fazer, se nós podemos apenar superar...Superar essa parte do dia.
Então nós poderíamos ficar aqui juntos, e poderíamos Conquistar o Mundo.
Mas tudo muda...

Danila
0

9 de julho de 2010


Mulher é interessante


★Mulher é mesmo interessante: mesmo brava é linda; mesmo alegre, chora; mesmo timida, comemora; mesmo apaixonada, ignora; mesmo fragil é PODEROSA!"★
1

Fragmento


Um dia essa escuridão
Vai clarear e você vai entender
Que eu não sou perfeita
E nunca vou ser


Pelo menos eu tento
Faço isso por você
Eu grito, eu choro
E eu minto, e depois me arrependo



E quando a noite for longa
E não fizer mais sentido
Eu vou estar por perto
Sem você perceber



Como um fragmento do tempo
Em que éramos nós dois
Em que éramos um
E não eu, e você



E eu deixo seu nome guardado
Na minha voz pra não me esquecer
De tudo que eu sinto
Pra não me perder


A estrada onde estou
Só me leva a você
E eu caio, levanto
E eu sigo com os olhos ardendo


Frejat
**Postado no meme dia 9/07/2010
1

Mais selinhos...

Ganhei mais dois selinhos das minhas amigas, Júh Doce Mel e Erica..............
OBRIGADA, lindas. Adorei ambos!!!


E ofereço a todos que visitam meu blog. Bjosss
0

8 de julho de 2010


Violência contra a Mulher


"Quem nunca saiu na mão com uma mulher?" - disse o Goleiro Bruno, do Flamengo, sobre o caso do amigo Adriano(Imperador) ter batido na noiva.

"Ele é o Imperador e por isso repercute muito, mas ele é um cara que tem sentimentos e é normal bater um pouco!" diz o jogador.


Como podem ver amigas e amigos que ainda existem pessoas que pensam pequeno e que acham que são superiores por causa da sua posição. Até quanto a lei nesse país vai deixar impune pessoas que cometem esse tipo de crime?? A lei Maria da Penha demorou anos para ser votada e sancionada. Uma Vitória para nós mulheres que, por século, fomos humilhadas...Mas mesmo assim, o agressor não tem uma pena mais elevada nesses casos.
Sobre o Bruno: Você pode ver o tipo de opnião que esse cara tem.Opinião tacanha...estilo de quem acha que está acima de tudo e de todos e que é melhor que os demais, e até de uma mulher, por ser um jogador de futebol e ter riquezas e reconhecimento. Só por isso, ele já se delata pelo desaparecimento da ex-amante. Quem tem esse tipo de opinião, não tem RESPEITO por mulher alguma.


Danila
1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...