11 de janeiro de 2011


Declaração


Quando decidi declarar meu amor por você tirei as amarras e medos que me aprisionavam, me fazendo agir em defesa de qualquer ilusão. Quando eu disse para você isso, não disse para que você me desse em troca o mesmo amor...Foi uma forma de me libertar desse medo todo que tinha de me apaixonar novamente, sentir-me dependente de alguém. Não, por favor, não faça essa cara de assustado. Quero guardar cada traço seu em minha retina, mas guardar você sereno, sorrindo, alegre ou com aquela cara de pervertido que tanto aprecio. Não quero criar expectativas sobre nós, porque isso machuca tanto. Talvez você não tem idéia como isso dói. Mas saiba, meu amor, ter ficado ao seu lado foi uma das experiências mais marcantes para mim e que seu jeito gostoso de ser me fez VIVA novamente, quando achava que não ia mais conseguir gostar tanto de alguém.
Um dia li que o amor faz coisas com a gente. Quando se ama, a gente fica mais altruísta e torce para a felicidade do seu amor, mesmo se essa felicidade não seja ao nosso lado. Deixa-o ir.
Eu só digo obrigada por acender a chama.

Danila - 11/01/11
4

4 comentários:

D.A.V.I. "Tinho" disse...

... o amor faz coisas com a gente!

Tati Nanda disse...

esse texto é divino.. é sincero e eé muuito profundo...
poderia dizer q é muito do q sinto ultimamente. muito do q tenho pensado em fazer.. procuro a coragem e a força para isso
...parabens pelas palavras... me tocaram.
http://zonzobulando.blogspot.com/

Carol Santos disse...

Amiga... mais uma vez, vc demonstra algo sincero e verdadeiro nos seus textos..
Esse esta lindo... verdadeiro, profundo e sincero!
Parabens amiga escritora rsrs

Bjos no ♥

Carol Santos disse...

Oi Flor... tenho um selinho p ti no meu blog!
Espero que goste!
Bjoks ♥

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...